Elixir Oratol 100ml

DESCRIÇÃO CURTA

Oratol pertence a um grupo de medicamentos denominados preparados de aplicação tópica na boca. Este medicamento é utilizado na higiene oral e da orofaringe, no tratamento das gengivites e estomatites (excluindo graves) e no alívio da odontalgia (dores de dentes).

Ver descrição completa na bula

Kz6.654,38

Disponibilidade: 3 em estoque

Atualizar local

DESCONTO LABORATÓRIO

EXCLUSIVO PARA CLIENTES CADASTRADOS  NO PROGRAMA

DESCRIÇÃO COMPLETA
MARCA
CALCULAR ENTREGA

Oratol pertence a um grupo de medicamentos denominados preparados de aplicação tópica na boca. Este medicamento é utilizado na higiene oral e da orofaringe, no tratamento das gengivites e estomatites (excluindo graves) e no alívio da odontalgia (dores de dentes).

Oratol reúne simultaneamente características de bactericida, analgésico e reconstituinte tissular, ao mesmo tempo que reconduz a flora microbiana bucal ao equilíbrio normal, não sendo agressivo para o revestimento oral. Oratol tem assinalável acção eutrófica e cicatrizante, proporcionando uma rápida reconstituição tissular. O seu poder analgésico faz-se sentir logo às primeiras aplicações em que o componente doloroso se verifica. Por outro lado a sua penetração é favorecida pela capacidade de eliminar o revestimento albumino-mucoso que cobre normalmente as gengivas e que dificulta, por norma, a acção dos medicamentos de aplicação local. O seu sabor agradável torna-o tolerado pela quase totalidade das pessoas.

Composição de Oratol: A substância activa é o cloreto de zinco. Cada mililitro de solução para gargarejar contém 25 mg de Cloreto de zinco. Os outros componentes são: ácido salicílico, cloreto de benzalcónico, mentol, aroma de hortelã – pimenta, essência de limão, tartrazina (E102), amarante (E123), etanol e água purificada

Como utilizar
Oratol é um medicamento de acção local, de utilização via bucal, que não deve ser ingerido. Por este motivo, o Oratol não deve ser utilizado em crianças que tenham dificuldades em bochechar sem ingerir.

Nas gengivas inflamadas e sangrentas: 15 a 20 gotas num copo de água morna, que se aplica em bochechos. Deitando algumas gotas de Oratol puro sobre a escova, previamente humedecida com água morna e massajando as gengivas, obtém-se imediatamente bons resultados.

Nas estomatites: Nestes casos, é conveniente aumentar as doses acima indicadas, e bochechar várias vezes ao dia.

Nas aftas: Passa-se com um algodão embebido em Oratol puro, 1 a 2 vezes por dia.

Nas anginas: Aplica-se uma zaragatoa embebida em Oratol e água morna em partes iguais. Para gargarejos, 15 a 20 gotas num copo de água morna.

Nas dores de dentes: Estando cariados, embebe-se um pequeno penso em Oratol puro que se introduz na cavidade, devendo recorrer com brevidade ao dentista.

Medicamento não sujeito a receita médica. Leia cuidadosamente as informações constantes no folheto informativo. Em caso de dúvida ou persistência dos sintomas, consulte o seu médico ou farmacêutico. Para informações adicionais sobre este medicamento

DESCRIÇÃO COMPLETA

Oratol pertence a um grupo de medicamentos denominados preparados de aplicação tópica na boca. Este medicamento é utilizado na higiene oral e da orofaringe, no tratamento das gengivites e estomatites (excluindo graves) e no alívio da odontalgia (dores de dentes).

Oratol reúne simultaneamente características de bactericida, analgésico e reconstituinte tissular, ao mesmo tempo que reconduz a flora microbiana bucal ao equilíbrio normal, não sendo agressivo para o revestimento oral. Oratol tem assinalável acção eutrófica e cicatrizante, proporcionando uma rápida reconstituição tissular. O seu poder analgésico faz-se sentir logo às primeiras aplicações em que o componente doloroso se verifica. Por outro lado a sua penetração é favorecida pela capacidade de eliminar o revestimento albumino-mucoso que cobre normalmente as gengivas e que dificulta, por norma, a acção dos medicamentos de aplicação local. O seu sabor agradável torna-o tolerado pela quase totalidade das pessoas.

Composição de Oratol: A substância activa é o cloreto de zinco. Cada mililitro de solução para gargarejar contém 25 mg de Cloreto de zinco. Os outros componentes são: ácido salicílico, cloreto de benzalcónico, mentol, aroma de hortelã – pimenta, essência de limão, tartrazina (E102), amarante (E123), etanol e água purificada

Como utilizar
Oratol é um medicamento de acção local, de utilização via bucal, que não deve ser ingerido. Por este motivo, o Oratol não deve ser utilizado em crianças que tenham dificuldades em bochechar sem ingerir.

Nas gengivas inflamadas e sangrentas: 15 a 20 gotas num copo de água morna, que se aplica em bochechos. Deitando algumas gotas de Oratol puro sobre a escova, previamente humedecida com água morna e massajando as gengivas, obtém-se imediatamente bons resultados.

Nas estomatites: Nestes casos, é conveniente aumentar as doses acima indicadas, e bochechar várias vezes ao dia.

Nas aftas: Passa-se com um algodão embebido em Oratol puro, 1 a 2 vezes por dia.

Nas anginas: Aplica-se uma zaragatoa embebida em Oratol e água morna em partes iguais. Para gargarejos, 15 a 20 gotas num copo de água morna.

Nas dores de dentes: Estando cariados, embebe-se um pequeno penso em Oratol puro que se introduz na cavidade, devendo recorrer com brevidade ao dentista.

Medicamento não sujeito a receita médica. Leia cuidadosamente as informações constantes no folheto informativo. Em caso de dúvida ou persistência dos sintomas, consulte o seu médico ou farmacêutico. Para informações adicionais sobre este medicamento